Sorry for interrupting, this website uses cookies to improve your experience. We'll assume you're ok with this, but you can opt-out if you wish. Learn more
Accept & Close

Massa Alimentícia - Brasil - Abril 2014

"As vendas de massas alimentícias no Brasil têm enfrentado um decrescimento no volume de vendas (-7% entre 2008-13), contra um aumento no valor de vendas na ordem 6% neste mesmo período, para totalizar R$ 2,8 bilhões em 2013. O aumento no preço das massas têm contribuído para a transição do interesse dos consumidores a outros produtos, principalmente não perecíveis, como o arroz e feijão, e carnes, que passaram a compor a dieta dos brasileiros com maior frequência.

Para aumentar o faturamento na categoria, as empresas têm buscado aumentar a oferta de produtos de maior valor agregado, como as opções integrais e massas frescas e secas premium."

– Jean Manuel Gonçalves da Silva, Analista Sênior do Setor Alimentício

Neste relatório, discutiremos as seguintes questões:

  • Quais as oportunidades existentes e quais os atributos mais valorizados pelo consumidor para impulsionar o crescimento das vendas na categoria de massas alimentícias?
  • Como atender à crescente demanda por produtos mais saudáveis na categoria de massas alimentícias?
  • Quais grupos demográficos estão mais propensos a consumir massas frescas e quais as oportunidades existentes?
  • Quais as principais ocasiões de consumo e como estimular o consumo de massas em ocasiões especiais?

What you get

What's included

Why buy from us?

Succeed

Our reports will provide you with market data, consumer research and competitive intelligence to succeed in your market.

Instant Access

Buy now and you'll have instant access to the information you need to make the right decisions.

Opportunities

Find out what's next in the markets that matter to you: where opportunities lie and what challenges you will face.

Trusted

A business Superbrand, Mintel is a source you can trust. We have been defining and refining the Market Intelligence mix since 1972.

Table of contents

  1. Introdução

      • Definição
        • Abreviações
        • Resumo Executivo

            • O Mercado
              • Figura 1: Vendas de massas alimentícias no varejo, 2008-18
            • Empresas
              • Figura 2: Participação das empresas no valor de vendas de massas alimentícias no varejo, 2013
            • O Consumidor
              • Figura 3: Consumo de massas/macarrão, em frequências selecionadas, Janeiro 2014
            • Tópicos do relatório
              • Versões integrais podem suprir a demanda por massas saudáveis
                • Figura 4: Atitudes em relação ao consumo de massas/macarrão, janeiro 2014
              • Massas frescas podem promover a categoria como alternativa sofisticada de refeição
                • Figura 5: Ocasiões em que consome massas/macarrão, janeiro 2014
              • Homens podem ajudar a ampliar base de consumidores de massas
                • Figura 6: Consumo de massas/macarrão por tipos selecionados, por gênero, janeiro 2014
              • O que pensamos
              • Tendências do Mercado

                • Extend my Brand (Estenda a minha marca)
                  • The Big Issue (O grande tema)
                  • Quem está Inovando?

                    • Tópicos centrais
                      • Produtos premium são destaque em novos lançamentos nos últimos anos
                        • Figura 7: Novos lançamentos de massas alimentícias por empresa no Brasil, 2013
                      • Massas alimentícias integrais são pouco disponíveis no mercado brasileiro
                        • Figura 8: Participação dos dez principais posicionamentos nos novos lançamentos de massas alimentícias, 2009-13
                    • Tamanho e Previsão de Mercado

                      • Tópicos centrais
                        • Valor de vendas no varejo
                          • Figura 9: Vendas de massas alimentícias no varejo, 2008-18
                          • Figura 10: Cotação do trigo, 2008-13
                        • Volume de vendas no varejo
                          • Figura 11: Volume de vendas de massas alimentícias no varejo, 2008-18
                        • Volume de vendas ao foodservice
                          • Figura 12: Volume de vendas de massas alimentícias ao foodservice, 2008-18
                        • Previsão do valor de vendas de massas alimentícias no varejo
                          • Figura 13: Previsão do valor de vendas de massas alimentícias no varejo, 2008-18
                        • Previsão do volume de vendas de massas alimentícias no varejo
                          • Figura 14: Previsão do volume de vendas de massas alimentícias no varejo, 2008-18
                        • Previsão do volume de vendas ao segmento foodservice
                          • Figura 15: Previsão do volume de vendas de massas alimentícias ao foodservice, 2008-18
                        • Fatores usados na previsão
                        • Participação das Empresas

                          • Tópicos centrais
                            • O mercado brasileiro de massas é altamente fragmentado
                              • Figura 16: Participação das empresas no valor de vendas de massas alimentícias no varejo, 2012-13
                              • Figura 17: Participação das empresas no volume de vendas de massas alimentícias no varejo, 2012-13
                          • Empresas e marcas

                            • M. Dias Branco
                              • Linhas de Produtos
                                • Barilla
                                  • Produtos
                                    • Selmi
                                      • Produtos
                                      • O consumidor – Frequência de consumo de massas

                                        • Tópicos centrais
                                          • Massas alimentícias são pouco consumidas diariamente
                                            • Figura 18: Consumo de massas/macarrão, em frequências selecionadas, janeiro 2014
                                          • Figura 19: Consumo alimentar médio do brasileiro, 2008-09
                                            • Figura 19: Consumo alimentar médio do brasileiro, 2008-09
                                        • O consumidor – Ocasiões de Consumo de Massas

                                          • Tópicos centrais
                                            • Massas alimentícias ainda são vistas como alimento básico
                                              • Figura 20: Ocasiões em que consome massas/macarrão, janeiro 2014
                                          • O consumidor – Comportamento em Relação ao Consumo de Massas

                                            • Tópicos centrais
                                              • Metade dos consumidores desconhece a versatilidade das massas
                                                • Figura 21: Comportamento em relação ao consumo de massas/macarrão, janeiro 2014
                                            • O consumidor – Atitudes em Relação ao Consumo de Massas

                                              • Tópicos centrais
                                                • Consumidores brasileiros querem massas mais saudáveis
                                                  • Figura 22: Atitudes em relação ao consumo de massas/macarrão, janeiro 2014
                                              • Versões Integrais Podem Suprir a Demanda por Massas Saudáveis

                                                • Tópicos centrais
                                                  • Consumidores brasileiros demandam massas saudáveis
                                                    • Figura 23: Atitudes em relação ao consumo de massas/macarrão, janeiro 2014
                                                  • Oferta de massas integrais pode atender demanda por massas saudáveis
                                                    • Figura 24: Atitudes em relação ao consumo de massas/macarrão, janeiro 2014
                                                  • Figura 25: Atitudes ao consumir pães e produtos assados, abril 2013
                                                    • Figura 25: Atitudes ao consumir pães e produtos assados, abril 2013
                                                    • Figura 26: Atitudes em relação ao consumo de bolachas e biscoitos, junho 2012
                                                  • O que isso significa
                                                  • Massas Frescas Podem Promover a Categoria como Alternativa Sofisticada de Refeição

                                                    • Tópicos centrais
                                                      • Brasileiros não comem massas em ocasiões especiais
                                                        • Figura 27: Ocasiões em que consome massas/macarrão, janeiro 2014
                                                      • Figura 28: Comportamento em relação ao consumo de massas/macarrão, janeiro 2014
                                                        • Figura 28: Comportamento em relação ao consumo de massas/macarrão, janeiro 2014
                                                      • Massas frescas recheadas podem suprir demanda por opções especiais
                                                        • Figura 29: Consumo de massas/macarrão, por tipos selecionados, janeiro 2014
                                                      • Figura 30: Novos lançamentos de massas alimentícias congeladas e refrigeradas, por sabor, 2009-13
                                                        • Figura 30: Novos lançamentos de massas alimentícias congeladas e refrigeradas, por sabor, 2009-13
                                                      • Figura 31: Consumo de massas frescas, tipo lasanha, espaguete e cappellettis/raviolis, por grupo socioeconômico, janeiro 2014
                                                        • Figura 31: Consumo de massas frescas, tipo lasanha, espaguete e cappellettis/raviolis, por grupo socioeconômico, janeiro 2014
                                                      • O que isso significa
                                                      • Homens Podem Ajudar a Ampliar base de Consumidores de Massas

                                                        • Tópicos centrais
                                                          • Homens buscam conveniência no consumo de massas
                                                            • Figura 32: Consumo de massas/macarrão por tipos selecionados, por gênero, janeiro 2014
                                                          • Estratégias de comunicação podem aproveitar-se da crescente presença do homem na cozinha
                                                            • O que isso significa
                                                            • Apêndice – O Mercado e Previsão

                                                                • Figura 33: Previsão do valor de vendas de massas alimentícias no varejo, pior cenário, previsão mintel e melhor cenário, 2013-18
                                                                • Figura 34: Previsão do volume total de vendas de massas alimentícias no varejo e foodsevice, pior cenário, previsão mintel e melhor cenário, 2013-18
                                                                • Figura 35: Previsão do volume de vendas de massas alimentícias no varejo, pior cenário, previsão mintel e melhor cenário, 2013-18
                                                                • Figura 36: Previsão do volume de vendas de massas alimentícias no foodservice, pior cenário, previsão mintel e melhor cenário, 2013-18
                                                            • Apêndice – O Consumidor – Frequência de Consumo de Massas/Macarrão

                                                                • Figura 37: Frequência de consumo de massas/macarrão, janeiro 2014
                                                                • Figura 38: Frequência de consumo de massas/macarrão – Espaguete (massa seca), pela demografia, janeiro 2014
                                                              • Figura 39: Frequência de consumo de massas/macarrão – Espaguete (massa seca), pela demografia, janeiro 2014 (Cont.)
                                                                • Figura 39: Frequência de consumo de massas/macarrão – Espaguete (massa seca), pela demografia, janeiro 2014 (Cont.)
                                                                • Figura 40: Frequência de consumo de massas/macarrão – Macarrão instantâneo (por exemplo, Nissin Miojo), pela demografia, janeiro 2014
                                                              • Figura 41: Frequência de consumo de massas/macarrão – Macarrão instantâneo (por exemplo, Nissin Miojo), pela demografia, janeiro 2014 (Cont.)
                                                                • Figura 41: Frequência de consumo de massas/macarrão – Macarrão instantâneo (por exemplo, Nissin Miojo), pela demografia, janeiro 2014 (Cont.)
                                                                • Figura 42: Frequência de consumo de massas/macarrão – Parafuso ou Fusili/Gravatinha ou Farfale/Penne (massa seca), pela demografia, janeiro 2014
                                                              • Figura 43: Frequência de consumo de massas/macarrão – Parafuso ou Fusili/Gravatinha ou Farfale/Penne (massa seca), pela demografia, janeiro 2014 (Cont.)
                                                                • Figura 43: Frequência de consumo de massas/macarrão – Parafuso ou Fusili/Gravatinha ou Farfale/Penne (massa seca), pela demografia, janeiro 2014 (Cont.)
                                                                • Figura 44: Frequência de consumo de massas/macarrão – Lasanha (massa fresca), pela demografia, janeiro 2014
                                                              • Figura 45: Frequência de consumo de massas/macarrão – Lasanha (massa fresca), pela demografia, janeiro 2014 (Cont.)
                                                                • Figura 45: Frequência de consumo de massas/macarrão – Lasanha (massa fresca), pela demografia, janeiro 2014 (Cont.)
                                                                • Figura 46: Frequência de consumo de massas/macarrão – Espaguete (massa fresca), pela demografia, janeiro 2014
                                                              • Figura 47: Frequência de consumo de massas/macarrão – Espaguete (massa fresca), pela demografia, janeiro 2014 (Cont.)
                                                                • Figura 47: Frequência de consumo de massas/macarrão – Espaguete (massa fresca), pela demografia, janeiro 2014 (Cont.)
                                                                • Figura 48: Frequência de consumo de massas/macarrão – Macarrão para sopa (massa seca), pela demografia, janeiro 2014
                                                              • Figura 49: Frequência de consumo de massas/macarrão – Macarrão para sopa (massa seca), pela demografia, janeiro 2014 (Cont.)
                                                                • Figura 49: Frequência de consumo de massas/macarrão – Macarrão para sopa (massa seca), pela demografia, janeiro 2014 (Cont.)
                                                                • Figura 50: Frequência de consumo de massas/macarrão – Lasanha (massa seca), pela demografia, janeiro 2014
                                                              • Figura 51: Frequência de consumo de massas/macarrão – Lasanha (massa seca), pela demografia, janeiro 2014 (Cont.)
                                                                • Figura 51: Frequência de consumo de massas/macarrão – Lasanha (massa seca), pela demografia, janeiro 2014 (Cont.)
                                                                • Figura 52: Frequência de consumo de massas/macarrão – Talharim/Fettuccine (massa seca), pela demografia, janeiro 2014
                                                              • Figura 53: Frequência de consumo de massas/macarrão – Talharim/Fettuccine (massa seca), pela demografia, janeiro 2014 (Cont.)
                                                                • Figura 53: Frequência de consumo de massas/macarrão – Talharim/Fettuccine (massa seca), pela demografia, janeiro 2014 (Cont.)
                                                                • Figura 54: Frequência de consumo de massas/macarrão – Nhoque (massa fresca), pela demografia, janeiro 2014
                                                              • Figura 55: Frequência de consumo de massas/macarrão – Nhoque (massa fresca), pela demografia, janeiro 2014 (Cont.)
                                                                • Figura 55: Frequência de consumo de massas/macarrão – Nhoque (massa fresca), pela demografia, janeiro 2014 (Cont.)
                                                                • Figura 56: Frequência de consumo de massas/macarrão – Talharim/Fettuccine (massa fresca), pela demografia, janeiro 2014
                                                              • Figura 57: Frequência de consumo de massas/macarrão – Talharim/Fettuccine (massa fresca), pela demografia, janeiro 2014 (Cont.)
                                                                • Figura 57: Frequência de consumo de massas/macarrão – Talharim/Fettuccine (massa fresca), pela demografia, janeiro 2014 (Cont.)
                                                                • Figura 58: Frequência de consumo de massas/macarrão – Macarrão instantâneo em copo/pote (por exemplo, Cup Noodles, Liggero), pela demografia, janeiro 2014
                                                              • Figura 59: Frequência de consumo de massas/macarrão – Macarrão instantâneo em copo/pote (por exemplo, Cup Noodles, Liggero), pela demografia, janeiro 2014 (Cont.)
                                                                • Figura 59: Frequência de consumo de massas/macarrão – Macarrão instantâneo em copo/pote (por exemplo, Cup Noodles, Liggero), pela demografia, janeiro 2014 (Cont.)
                                                                • Figura 60: Frequência de consumo de massas/macarrão – Cappelletti/Ravióli (massa fresca), pela demografia, janeiro 2014
                                                              • Figura 61: Frequência de consumo de massas/macarrão – Cappelletti/Ravióli (massa fresca), pela demografia, janeiro 2014 (Cont.)
                                                                • Figura 61: Frequência de consumo de massas/macarrão – Cappelletti/Ravióli (massa fresca), pela demografia, janeiro 2014 (Cont.)
                                                                • Figura 62: Frequência de consumo de massas/macarrão – Outro, pela demografia, Janeiro 2014
                                                              • Figura 63: Frequência de consumo de massas/macarrão – Outro, pela demografia, janeiro 2014 (Cont.)
                                                                • Figura 63: Frequência de consumo de massas/macarrão – Outro, pela demografia, janeiro 2014 (Cont.)
                                                                • Figura 64: Frequência de consumo de massas/macarrão, por ocasiões em que consome massas/macarrão, janeiro 2014
                                                              • Figura 65: Frequência de consumo de massas/macarrão, por ocasiões em que consome massas/macarrão, janeiro 2014 (Cont.)
                                                                • Figura 65: Frequência de consumo de massas/macarrão, por ocasiões em que consome massas/macarrão, janeiro 2014 (Cont.)
                                                                • Figura 66: Frequência de consumo de massas/macarrão, por comportamento em relação ao consumo de massas/macarrão, janeiro 2014
                                                              • Figura 67: Frequência de consumo de massas/macarrão, por comportamento em relação ao consumo de massas/macarrão, janeiro 2014 (Cont.)
                                                                • Figura 67: Frequência de consumo de massas/macarrão, por comportamento em relação ao consumo de massas/macarrão, janeiro 2014 (Cont.)
                                                                • Figura 68: Frequência de consumo de massas/macarrão, por atitudes em relação ao consumo de massas/macarrão – Tenho interesse em opções mais saudáveis de massas/macarrão, janeiro 2014
                                                              • Figura 69: Frequência de consumo de massas/macarrão, por atitudes em relação ao consumo de massas/macarrão – Quando como macarrão não há necessidade de ter outros pratos, janeiro 2014
                                                                • Figura 69: Frequência de consumo de massas/macarrão, por atitudes em relação ao consumo de massas/macarrão – Quando como macarrão não há necessidade de ter outros pratos, janeiro 2014
                                                                • Figura 70: Frequência de consumo de massas/macarrão, por atitudes em relação ao consumo de massas/macarrão – Gostaria que houvesse mais opções de massa/macarrão frescos disponíveis nos supermercados, janeiro 2014
                                                              • Figura 71: Frequência de consumo de massas/macarrão, por atitudes em relação ao consumo de massas/macarrão – Costumo comer macarrão instantâneo porque é uma refeição rápida, janeiro 2014
                                                                • Figura 71: Frequência de consumo de massas/macarrão, por atitudes em relação ao consumo de massas/macarrão – Costumo comer macarrão instantâneo porque é uma refeição rápida, janeiro 2014
                                                                • Figura 72: Frequência de consumo de massas/macarrão, por atitudes em relação ao consumo de massas/macarrão – Comer massa/macarrão engorda, janeiro 2014
                                                              • Figura 73: Frequência de consumo de massas/macarrão, por atitudes em relação ao consumo de massas/macarrão – Gostaria de incluir mais massas/macarrão integrais na minha alimentação, janeiro 2014
                                                                • Figura 73: Frequência de consumo de massas/macarrão, por atitudes em relação ao consumo de massas/macarrão – Gostaria de incluir mais massas/macarrão integrais na minha alimentação, janeiro 2014
                                                                • Figura 74: Frequência de consumo de massas/macarrão, por atitudes em relação ao consumo de massas/macarrão – Para fazer lasanha, costumo usar massa pré-cozida, ao invés de massa seca, janeiro 2014
                                                              • Figura 75: Frequência de consumo de massas/macarrão, por atitudes em relação ao consumo de massas/macarrão – Costumo comer mais massas/macarrão no frio do que no calor, janeiro 2014
                                                                • Figura 75: Frequência de consumo de massas/macarrão, por atitudes em relação ao consumo de massas/macarrão – Costumo comer mais massas/macarrão no frio do que no calor, janeiro 2014
                                                                • Figura 76: Frequência de consumo de massas/macarrão, por atitudes em relação ao consumo de massas/macarrão – Gostaria que tivesse uma variedade maior de recheios para os capelettis e raviólis, janeiro 2014
                                                              • Figura 77: Frequência de consumo de massas/macarrão, por atitudes em relação ao consumo de massas/macarrão – Compraria mais massa/macarrão se fossem mais saudáveis (por exemplo, sem conservantes ou aditivos químicos), janeiro 2014
                                                                • Figura 77: Frequência de consumo de massas/macarrão, por atitudes em relação ao consumo de massas/macarrão – Compraria mais massa/macarrão se fossem mais saudáveis (por exemplo, sem conservantes ou aditivos químicos), janeiro 2014
                                                            • Apêndice – O Consumidor – Ocasiões em que Consome Massas/Macarrão

                                                                • Figura 78: Ocasiões em que consome massas/macarrão, janeiro 2014
                                                                • Figura 79: Ocasiões em que consome massas/macarrão, pela demografia, janeiro 2014
                                                              • Figura 80: Ocasiões em que consome massas/macarrão, pela demografia, janeiro 2014 (Cont.)
                                                                • Figura 80: Ocasiões em que consome massas/macarrão, pela demografia, janeiro 2014 (Cont.)
                                                                • Figura 81: Ocasiões em que consome massas/macarrão, por comportamento em relação ao consumo de massas/macarrão, janeiro 2014
                                                              • Figura 82: Ocasiões em que consome massas/macarrão, por comportamento em relação ao consumo de massas/macarrão, janeiro 2014 (Cont.)
                                                                • Figura 82: Ocasiões em que consome massas/macarrão, por comportamento em relação ao consumo de massas/macarrão, janeiro 2014 (Cont.)
                                                                • Figura 83: Ocasiões em que consome massas/macarrão, por atitudes em relação ao consumo de massas/macarrão – Tenho interesse em opções mais saudáveis de massas/macarrão, Janeiro 2014
                                                              • Figura 84: Ocasiões em que consome massas/macarrão, por atitudes em relação ao consumo de massas/macarrão – Quando como macarrão não há necessidade de ter outros pratos, janeiro 2014
                                                                • Figura 84: Ocasiões em que consome massas/macarrão, por atitudes em relação ao consumo de massas/macarrão – Quando como macarrão não há necessidade de ter outros pratos, janeiro 2014
                                                                • Figura 85: Ocasiões em que consome massas/macarrão, por atitudes em relação ao consumo de massas/macarrão – Gostaria que houvesse mais opções de massa/macarrão frescos disponíveis nos supermercados, janeiro 2014
                                                              • Figura 86: Ocasiões em que consome massas/macarrão, por atitudes em relação ao consumo de massas/macarrão – Costumo comer macarrão instantâneo porque é uma refeição rápida, janeiro 2014
                                                                • Figura 86: Ocasiões em que consome massas/macarrão, por atitudes em relação ao consumo de massas/macarrão – Costumo comer macarrão instantâneo porque é uma refeição rápida, janeiro 2014
                                                                • Figura 87: Ocasiões em que consome massas/macarrão, por atitudes em relação ao consumo de massas/macarrão – Comer massa/macarrão engorda, janeiro 2014
                                                              • Figura 88: Ocasiões em que consome massas/macarrão, por atitudes em relação ao consumo de massas/macarrão – Gostaria de incluir mais massas/macarrão integrais na minha alimentação, janeiro 2014
                                                                • Figura 88: Ocasiões em que consome massas/macarrão, por atitudes em relação ao consumo de massas/macarrão – Gostaria de incluir mais massas/macarrão integrais na minha alimentação, janeiro 2014
                                                                • Figura 89: Ocasiões em que consome massas/macarrão, por atitudes em relação ao consumo de massas/macarrão – Para fazer lasanha, costumo usar massa pré-cozida, ao invés de massa seca, janeiro 2014
                                                              • Figura 90: Ocasiões em que consome massas/macarrão, por atitudes em relação ao consumo de massas/macarrão – Costumo comer mais massas/macarrão no frio do que no calor, janeiro 2014
                                                                • Figura 90: Ocasiões em que consome massas/macarrão, por atitudes em relação ao consumo de massas/macarrão – Costumo comer mais massas/macarrão no frio do que no calor, janeiro 2014
                                                                • Figura 91: Ocasiões em que consome massas/macarrão, por atitudes em relação ao consumo de massas/macarrão – Gostaria que tivesse uma variedade maior de recheios para os capelettis e raviólis, janeiro 2014
                                                              • Figura 92: Ocasiões em que consome massas/macarrão, por atitudes em relação ao consumo de massas/macarrão – Compraria mais massa/macarrão se fossem mais saudáveis (por exemplo, sem conservantes ou aditivos químicos), janeiro 2014
                                                                • Figura 92: Ocasiões em que consome massas/macarrão, por atitudes em relação ao consumo de massas/macarrão – Compraria mais massa/macarrão se fossem mais saudáveis (por exemplo, sem conservantes ou aditivos químicos), janeiro 2014
                                                            • Apêndice – O Consumidor – Comportamento em Relação ao Consumo de Massas/Macarrão

                                                                • Figura 93: Comportamento em relação ao consumo de massas/macarrão, janeiro 2014
                                                              • Figura 94: Comportamento em relação ao consumo de massas/macarrão, pela demografia, janeiro 2014
                                                                • Figura 94: Comportamento em relação ao consumo de massas/macarrão, pela demografia, janeiro 2014
                                                                • Figura 95: Comportamento em relação ao consumo de massas/macarrão, pela demografia, janeiro 2014 (Cont.)
                                                            • Apêndice – O Consumidor – Atitudes em Relação ao Consumo de Massas/Macarrão

                                                                • Figura 96: Atitudes em relação ao consumo de massas/macarrão, janeiro 2014
                                                                • Figura 97: Atitudes em relação ao consumo de massas/macarrão – Compraria mais massa/macarrão se fossem mais saudáveis (por exemplo, sem conservantes ou aditivos químicos), pela demografia, janeiro 2014
                                                              • Figura 98: Atitudes em relação ao consumo de massas/macarrão – Comer massa/macarrão engorda, pela demografia, janeiro 2014
                                                                • Figura 98: Atitudes em relação ao consumo de massas/macarrão – Comer massa/macarrão engorda, pela demografia, janeiro 2014
                                                                • Figura 99: Atitudes em relação ao consumo de massas/macarrão – Tenho interesse em opções mais saudáveis de massas/macarrão, pela demografia, janeiro 2014
                                                              • Figura 100: Atitudes em relação ao consumo de massas/macarrão – Costumo comer macarrão instantâneo porque é uma refeição rápida, pela demografia, janeiro 2014
                                                                • Figura 100: Atitudes em relação ao consumo de massas/macarrão – Costumo comer macarrão instantâneo porque é uma refeição rápida, pela demografia, janeiro 2014
                                                                • Figura 101: Atitudes em relação ao consumo de massas/macarrão – Gostaria que houvesse mais opções de massa/macarrão frescos disponíveis nos supermercados, pela demografia, janeiro 2014
                                                              • Figura 102: Atitudes em relação ao consumo de massas/macarrão – Para fazer lasanha, costumo usar massa pré-cozida, ao invés de massa seca, pela demografia, janeiro 2014
                                                                • Figura 102: Atitudes em relação ao consumo de massas/macarrão – Para fazer lasanha, costumo usar massa pré-cozida, ao invés de massa seca, pela demografia, janeiro 2014
                                                                • Figura 103: Atitudes em relação ao consumo de massas/macarrão – Quando como macarrão não há necessidade de ter outros pratos, pela demografia, janeiro 2014
                                                              • Figura 104: Atitudes em relação ao consumo de massas/macarrão – Gostaria que tivesse uma variedade maior de recheios para os capelettis e raviólis, pela demografia, janeiro 2014
                                                                • Figura 104: Atitudes em relação ao consumo de massas/macarrão – Gostaria que tivesse uma variedade maior de recheios para os capelettis e raviólis, pela demografia, janeiro 2014
                                                                • Figura 105: Atitudes em relação ao consumo de massas/macarrão – Costumo comer mais massas/macarrão no frio do que no calor, pela demografia, janeiro 2014
                                                              • Figura 106: Atitudes em relação ao consumo de massas/macarrão – Gostaria de incluir mais massas/macarrão integrais na minha alimentação, pela demografia, janeiro 2014
                                                                • Figura 106: Atitudes em relação ao consumo de massas/macarrão – Gostaria de incluir mais massas/macarrão integrais na minha alimentação, pela demografia, janeiro 2014

                                                            Companies Covered

                                                            To learn more about the companies covered in this report please contact us.

                                                            Massa Alimentícia - Brasil - Abril 2014

                                                            £3,277.28 (Excl.Tax)