Sorry for interrupting, this website uses cookies to improve your experience. We'll assume you're ok with this, but you can opt-out if you wish. Learn more
Accept & Close

Refrigerantes - Brasil - Abril 2012

“A categoria de refrigerantes no Brasil alcançou crescimento significativo nos últimos anos. No entanto apresentam-se desafios para os próximos anos que só serão revertidos por meio de inovação e reposicionamento.

Aumentar a frequência de consumo torna-se essencial, assim como a inovação em embalagens e sabores devem impulsionar a categoria. Com o mercado cada vez mais concentrado, a sobrevivência dos produtores regionais só se fará por meio de uma abordagem regional única de produto e coletivamente compartilhada em termos de distribuição.

Para romper barreiras de custos nas classes da base da pirâmide, o relacionamento de longo prazo deve direcionar os esforços dos fabricantes, principalmente através dos grandes eventos esportivos, mídia digital e compromisso sócio-ambiental.

As pressões do governo e sociedade em torno da saudabilidade deverão aumentar e refrigerantes com características mais naturais deverão pautar os lançamentos a médio prazo. Já no curto prazo, a corrida pela conquista do consumidor emergente do Norte e Nordeste deverá direcionar grande montante dos recursos financeiros dos grandes players.”

– Marangoni, Lucas Xavier – Analista Sênior do Setor de Alimentação

Algumas das questões abordadas neste relatório incluem:

  • Quais são as principais iniciativas para aumentar a frequência de consumo em uma categoria madura?
  • Como responder as necessidades de um consumidor (cada vez mais consciente de saudabilidade) em uma categoria que é impactada pela quantidade de açúcar existente no produto e muitas vezes relacionada com o aumento dos índices de obesidade?
  • Como romper as barreiras de preço aos consumidores da base da pirâmide em um cenário de aumento de custo das matérias primas?
  • Como os fabricantes regionais podem garantir sua sobrevivência em um mercado cada vez mais concentrado?
  • Como deverá ser a adequação da cadeia de valor da categoria de refrigerantes com a obrigatoriedade da Política Nacional de Resíduos Sólidos (PNRS)?
  • Quais são os principais desafios da indústria para atrair os consumidores emergentes das regiões Norte e Nordeste?

What you get

What's included

Why buy from us?

Succeed

Our reports will provide you with market data, consumer research and competitive intelligence to succeed in your market.

Instant Access

Buy now and you'll have instant access to the information you need to make the right decisions.

Opportunities

Find out what's next in the markets that matter to you: where opportunities lie and what challenges you will face.

Trusted

A business Superbrand, Mintel is a source you can trust. We have been defining and refining the Market Intelligence mix since 1972.

Table of contents

  1. Introdução

      • Estrutura do estudo
        • Definição e abrangência do mercado
          • Metodologia do Estudo
          • Resumo Executivo

            • O Mercado
              • Figura 1: Tamanho do Mercado de Refrigerantes– volume e valor, 2010
            • Market share
              • Figura 2: Participação de mercado da companhia (%), 2010-11
            • O Futuro
              • Temas Impactantes
                • O mercado brasileiro maduro de refrigerantes busca soluções para um ambiente desafiador
                  • Figura 3: Frequência de consumo de bebidas não alcoólicas, por categoria, agosto 2011
                • A concorrência entre as marcas nacionais e regionais se intensifica
                  • Figura 4: Participação de Mercado da Companhia por volume, 2010-11
                • A Política Nacional de Resíduos Sólidos: implicações para a Indústria de Refrigerantes
                  • Figura 5: Lançamentos de refrigerantes com posicionamento de embalagem ecológicas, 2008-11*
                • A atenção continua voltada para o Norte e o Nordeste
                  • Figura 6: Classe econômica por região, 2010
              • O Mercado Brasileiro Maduro De Refrigerantes Busca Soluções Para Um Ambiente Desafiador

                • Questões analisadas
                  • O aumento nos custos ameaça o crescimento do mercado
                    • Figura 7: Atitudes do consumidor em relação aos preços dos refrigerantes, por classe econômica, agosto 2011
                      • Figura 7: Atitudes do consumidor em relação aos preços dos refrigerantes, por classe econômica, agosto 2011
                    • Aumenta a pressão da concorrência na categoria de bebidas não alcoólicas
                      • Figura 8: Frequência de consumo de bebidas não alcoólicas, por categoria, agosto 2011
                    • Problemas com a saúde começam a influenciar o comportamento
                      • Figura 9: Atitudes em relação aos refrigerantes, agosto 2011
                        • Figura 9: Atitudes em relação aos refrigerantes, agosto 2011
                      • Os lançamentos de novos sabores podem promover o aumento do consumo
                        • Figura 10: Consumo de variedades de sabor, por classe econômica, agosto 2011
                      • Figura 11: Consumidores que gostam de provar novos sabores e variedades de refrigerantes por classe econômica, agosto 2011
                        • Figura 11: Consumidores que gostam de provar novos sabores e variedades de refrigerantes por classe econômica, agosto 2011
                      • Figura 12: Atitudes para refrigerantes, agosto 2011
                        • Figura 12: Atitudes para refrigerantes, agosto 2011
                      • Figura 13: Novos lançamentos de refrigerantes no Brasil por grupo de apelo, 2008-11
                        • Figura 13: Novos lançamentos de refrigerantes no Brasil por grupo de apelo, 2008-11
                      • A saudabilidade leva a uma redução do consumo esperado
                        • Figura 14: Porcentagem em atitudes do consumidor em relação ao consumo de refrigerantes regulares comparado ao ano anterior, por faixa etária, agosto 2011
                      • Figura 15: Porcentagem em atitudes do consumidor em relação ao consumo de refrigerantes regulares comparado ao ano anterior, por faixa etária, agosto 2011
                        • Figura 15: Porcentagem em atitudes do consumidor em relação ao consumo de refrigerantes regulares comparado ao ano anterior, por faixa etária, agosto 2011
                      • As barreiras de custo para os consumidores C2, D e E estão sendo trabalhadas
                        • Figura 16: Frequência de consumo de refrigerantes, por classe social, agosto 2011
                      • Figura 17: Consumidores que concordam que os refrigerantes têm um bom preço comparado a outras bebidas não alcoólicas, por renda, agosto 2011
                        • Figura 17: Consumidores que concordam que os refrigerantes têm um bom preço comparado a outras bebidas não alcoólicas, por renda, agosto 2011
                      • Figura 18: Atitudes em relação ao preço, por classe social, agosto 2011
                        • Figura 18: Atitudes em relação ao preço, por classe social, agosto 2011
                      • O comprometimento com a marca requer um planejamento em longo prazo
                        • As embalagens retornáveis estão de volta à mesa dos brasileiros
                          • Figura 19: Participação de mercado da companhia por volume, 2010-11
                            • Figura 19: Participação de mercado da companhia por volume, 2010-11
                          • O futuro do mercado apresenta sinais preocupantes
                            • Figura 20: Hábitos de consumo nos últimos 12 meses, por tipo, agosto 2011
                          • Figura 21: Eu estou bebendo menos refrigerante porque eu quero beber produtos mais saudáveis, por região, por gênero, por idade, agosto 2011
                            • Figura 21: Eu estou bebendo menos refrigerante porque eu quero beber produtos mais saudáveis, por região, por gênero, por idade, agosto 2011
                          • O que isto significa?
                          • A Concorrência Entre as Marcas Nacionais e Regionais se Intensifica

                            • Questões analisadas
                              • Quatro empresas dominam o mercado
                                • Figura 22: Participação de mercado da companhia por volume em porcentagem , 2010-11
                              • As marcas regionais buscam consolidar a sua presença
                                • A marca Ice Cola estabelece um benchmark a ser seguido pelas marcas regionais
                                  • Figura 23: Sabores de refrigerantes que os consumidores compram, por sabor, agosto 2011
                                    • Figura 23: Sabores de refrigerantes que os consumidores compram, por sabor, agosto 2011
                                  • A entrada de players internacionais acirra ainda mais a disputa na categoria
                                    • O foco na coca-cola domina o mercado
                                      • Figura 24: Participação de mercado da companhia por volume, 2010-11
                                    • Figura 25: Lançamentos de refrigerantes, em porcentagem por empresa, 2008-11*
                                      • Figura 25: Lançamentos de refrigerantes, em porcentagem por empresa, 2008-11*
                                      • Figura 26: Tipos de lançamentos da Cola-Cola, em porcentagem 2008-10*
                                    • O que isto significa?
                                    • A Política Nacional de Resíduos Sólidos: Implicações para a Indústria de Refrigerantes

                                      • Questões analisadas
                                        • A reciclagem e a “logística reversa” são essenciais para uma maior fidelização e vendas de refrigerantes
                                          • Figura 27: Ktons de Pet reciclado e porcentagem do total consumido, em porcentagem , 2006-10
                                            • Figura 27: Ktons de Pet reciclado e porcentagem do total consumido, em porcentagem , 2006-10
                                            • Figura 28: Segmentação do mercado PET, % 2005-08
                                          • Figura 29: Lançamentos de refrigerantes no Brasil, por tipo de embalagem, 2009-10
                                            • Figura 29: Lançamentos de refrigerantes no Brasil, por tipo de embalagem, 2009-10
                                          • Figura 30: Segmentação do mercado Pet , em porcentagem 2005-08
                                            • Figura 30: Segmentação do mercado Pet , em porcentagem 2005-08
                                          • As grandes marcas irão liderar o caminho
                                            • Pet recicladas tornam-se um campo de batalha no Brasil
                                              • Figura 31: Formas de utilização dos Pet reciclados que apresentarão um maior crescimento em porcentagem
                                                • Figura 31: Formas de utilização dos Pet reciclados que apresentarão um maior crescimento em porcentagem
                                              • Garrafas ecológicas: buscando alternativas para a embalagem Pet
                                                • Figura 32: Lançamentos de refrigerantes com posicionamento de embalagem biodegradável em porcentagem , 2008-11*
                                                  • Figura 32: Lançamentos de refrigerantes com posicionamento de embalagem biodegradável em porcentagem , 2008-11*
                                                • A “tendência nostálgica” trás de volta as garrafas de vidro ao mercado de refrigerantes
                                                  • Problemas ambientais ganham um significado mais amplo
                                                    • Figura 33: Lançamentos de refrigerantes com posicionamento de embalagem biodegradável por empresa em porcentagem 2008-11
                                                  • O que isto significa?
                                                  • A Atenção Continua Voltada Para O Norte E O Nordeste

                                                    • Questões analisadas
                                                      • Aumento do salário mínimo acentua potencial regional
                                                        • Figura 34: Consumo de refrigerantes, por região, em porcentagem, agosto 2011
                                                      • Figura 35: Média do salário mensal por pessoa acima de 10 anos, por região, 2009
                                                        • Figura 35: Média do salário mensal por pessoa acima de 10 anos, por região, 2009
                                                        • Figura 36: Consumo de refrigerantes por classe econômica, porcentagem , agosto 2011
                                                      • Figura 37: Classe econômica por região, em porcentagem 2010
                                                        • Figura 37: Classe econômica por região, em porcentagem 2010
                                                        • Figura 38: Atitudes do consumidor em relação ao preço dos refrigerantes, agosto 2011
                                                      • Outros fatores contribuem para o crescimento
                                                        • Figura 39: Frequência de consumo de refrigerantes e água, por região, agosto 2011
                                                      • Figura 40: Local de compra de refrigerantes, por região, agosto 2011
                                                        • Figura 40: Local de compra de refrigerantes, por região, agosto 2011
                                                      • As grandes companhias buscam explorar o potencial regional
                                                        • O que isto significa?
                                                        • Apêndice – O Consumidor

                                                            • Figura 41: Frequência de consumo de refrigerantes, por categoria, agosto 2011
                                                            • Figura 42: Frequência de consumo de refrigerantes, agosto 2011
                                                          • Figura 43: Frequência de consumo de refrigerantes, por sexo e faixa etária, agosto 2011
                                                            • Figura 43: Frequência de consumo de refrigerantes, por sexo e faixa etária, agosto 2011
                                                            • Figura 44: Frequência de consumo de refrigerantes, por classe econômica do domicílio, agosto 2011
                                                          • Figura 45: Frequência de consumo de refrigerantes, por grau de escolaridade, agosto 2011
                                                            • Figura 45: Frequência de consumo de refrigerantes, por grau de escolaridade, agosto 2011
                                                          • Figura 46: Consumo de refrigerantes, por tipo, agosto 2011
                                                            • Figura 46: Consumo de refrigerantes, por tipo, agosto 2011
                                                            • Figura 47: Consumo de refrigerantes, por região, agosto 2011
                                                          • Figura 48: Consumo de refrigerantes, por sexo e faixa etária, agosto 2011
                                                            • Figura 48: Consumo de refrigerantes, por sexo e faixa etária, agosto 2011
                                                            • Figura 49: Consumo de refrigerantes, por classe econômica do domicílio, agosto 2011
                                                          • Figura 50: Consumo de refrigerantes, por grau de escolaridade, agosto 2011
                                                            • Figura 50: Consumo de refrigerantes, por grau de escolaridade, agosto 2011
                                                            • Figura 51: Compra de refrigerante, por região, agosto 2011
                                                          • Figura 52: Compra de refrigerante, por sexo e faixa etária, agosto 2011
                                                            • Figura 52: Compra de refrigerante, por sexo e faixa etária, agosto 2011
                                                            • Figura 53: Compra de refrigerante, por classe econômica do domicílio, agosto 2011
                                                          • Figura 54: Compra de refrigerante, por grau de escolaridade, agosto 2011
                                                            • Figura 54: Compra de refrigerante, por grau de escolaridade, agosto 2011
                                                          • Figura 55: Sabores de refrigerantes, por região, agosto 2011
                                                            • Figura 55: Sabores de refrigerantes, por região, agosto 2011
                                                            • Figura 56: Sabores de refrigerantes, por sexo e faixa etária, agosto 2011
                                                          • Figura 57: Sabores de refrigerantes, por classe econômica do domicílio, agosto 2011
                                                            • Figura 57: Sabores de refrigerantes, por classe econômica do domicílio, agosto 2011
                                                          • Figura 58: Sabores de refrigerantes, por grau de escolaridade, agosto 2011
                                                            • Figura 58: Sabores de refrigerantes, por grau de escolaridade, agosto 2011
                                                            • Figura 59: Resposta aberta – outros sabores, agosto 2011
                                                          • Figura 60: Local de compra de refrigerantes, por região, agosto 2011
                                                            • Figura 60: Local de compra de refrigerantes, por região, agosto 2011
                                                            • Figura 61: Local de compra de refrigerantes por sexo e faixa etária, agosto 2011
                                                          • Figura 62: Local de compra de refrigerantes, por classe econômica do domicílio, agosto 2011
                                                            • Figura 62: Local de compra de refrigerantes, por classe econômica do domicílio, agosto 2011
                                                            • Figure 63: Local de compra de refrigerantes, por grau de escolaridade, agosto 2011
                                                          • Figura 64: Local de compra, por tipo de bebida, agosto 2011
                                                            • Figura 64: Local de compra, por tipo de bebida, agosto 2011
                                                          • Figura 65: Atitudes em relação aos refrigerantes, por região, agosto 2011
                                                            • Figura 65: Atitudes em relação aos refrigerantes, por região, agosto 2011
                                                            • Figure 66: Atitudes em relação aos refrigerantes, por sexo e faixa etária, agosto 2011
                                                            • Figure 67: Atitudes em relação aos refrigerantes, por classe econômica do domicílio, agosto 2011
                                                          • Figura 68: Atitudes em relação aos refrigerantes, por grau de escolaridade, agosto 2011
                                                            • Figura 68: Atitudes em relação aos refrigerantes, por grau de escolaridade, agosto 2011
                                                        • Apêndice – Dados Do GNPD

                                                            • Figura 69: Lançamentos de refrigerantes, por posicionamento, em porcentagem, (%) 2008-11*
                                                            • Figura 70: Lançamentos de refrigerantes, por marca e de marca própria, em porcentagem, (%) 2008-11*
                                                          • Figura 71: Lançamentos de refrigerantes, por empresa, em porcentagem, (%) 2008-11*
                                                            • Figura 71: Lançamentos de refrigerantes, por empresa, em porcentagem, (%) 2008-11*
                                                            • Figura 72: Lançamentos de refrigerantes, por empresa, em porcentagem, (%) 2008-11*
                                                          • Figura 73: Lançamentos de refrigerantes, por sabor, em porcentagem, (%) 2008-11*
                                                            • Figura 73: Lançamentos de refrigerantes, por sabor, em porcentagem, (%) 2008-11*
                                                            • Figura 74: Lançamentos de refrigerantes, por tamanho da embalagem, em porcentagem, (%) 2008-11*
                                                          • Figura 75: Lançamentos com embalagem ecológica, por subcategoria de bebidas não alcoólicas, em porcentagem, 2008-11*
                                                            • Figura 75: Lançamentos com embalagem ecológica, por subcategoria de bebidas não alcoólicas, em porcentagem, 2008-11*
                                                            • Figura 76: Posicionamentos de bebidas não alcoólicas, em porcentagem, (%), 2008-11*
                                                          • Figura 77: Lançamentos de refrigerantes com posicionamento de embalagem biodegradável por empresa, em porcentagem, 2008-11*
                                                            • Figura 77: Lançamentos de refrigerantes com posicionamento de embalagem biodegradável por empresa, em porcentagem, 2008-11*
                                                            • Figura 78: Lançamentos de refrigerantes, por material de embalagem, em porcentagem, 2008-11*
                                                          • Figura 79: Lançamentos de refrigerantes de baixa caloria, sem açúcar, por empresa, em porcentagem, 2008-11*
                                                            • Figura 79: Lançamentos de refrigerantes de baixa caloria, sem açúcar, por empresa, em porcentagem, 2008-11*
                                                            • Figura 80: Lançamentos de refrigerantes de baixa caloria, sem açúcar, por sabor, em porcentagem. 2011
                                                          • Figura 81: Lançamentos de Coca-Cola, por tipo de lançamento, 2008-11
                                                            • Figura 81: Lançamentos de Coca-Cola, por tipo de lançamento, 2008-11
                                                        • Apêndice – Companhias e Marcas

                                                          Companies Covered

                                                          To learn more about the companies covered in this report please contact us.

                                                          Refrigerantes - Brasil - Abril 2012

                                                          £3,277.28 (Excl.Tax)