Sorry for interrupting, this website uses cookies to improve your experience. We'll assume you're ok with this, but you can opt-out if you wish. Learn more
Accept and close

Description

Description

“O Brasil é o maior produtor e segundo maior mercado consumidor de café do mundo (com 1.230.000 toneladas vendidas em 2012). A importância do produto remete a questões históricas do país e seu consumo um hábito cultivado há muitas gerações. Com ampla penetração e frequência, o café apresenta padrões de consumo bem estabelecidos entre os brasileiros (como o consumo do café filtrado e majoritariamente dentro do lar), mas uma nova dinâmica de valor é sinalizada ao mercado"

- Lucas Marangoni, Research Analyst 

Este estudo responderá as seguintes questões:

  • Qual a principal atitude do consumidor da categoria em relação ao café?
  • Quais são os principais padrões de consumo estabelecidos na categoria?
  • Quais os principais caminhos para geração de valor na categoria?
  • Qual o potencial da tendência de avanço dos cafés especiais ou gourmet?
  • Quais os principais caminhos para introdução do jovem à categoria?
  • Como a dinâmica do campo pode criar oportunidades e desafios entre a indústria e demanda?

What's included

What's included

Table of contents

Table of contents

  1. Introdução

      • Definição
      • Resumo Executivo

          • O mercado
            • Figura 1: Volume de vendas de café no Brasil, 2005-12
            • Figura 2: Valor de vendas de café no Brasil no varejo, 2007-12
          • Figura 3: Volume de vendas de café por segmento no varejo, 2007-12
            • Figura 3: Volume de vendas de café por segmento no varejo, 2007-12
            • Figura 4: Valor de vendas de café por segmento, 2007-11
          • Previsão
            • Figura 5: Valor de vendas de café no varejo do Brasil, 2007-17
          • Empresas
            • Figura 6: Participação de mercado das empresas, volume, 2011
          • Tópicos do relatório
            • O hábito de consumo é elemento central da categoria
              • Figura 7: Atitudes de consumo do café, novembro 2012
            • Figura 8: Eu prefiro café premium às marcas comuns, por classe social, novembro 2012
              • Figura 8: Eu prefiro café premium às marcas comuns, por classe social, novembro 2012
            • Os jovens se apresentam como oportunidade para a categoria
              • Figura 9: Penetração do consumo de café, por idade, novembro 2012
            • Movimentações no campo criam desafios e oportunidades na categoria
              • Figura 10: Eu compro café baseado no preço e não na marca, por classe social, novembro 2012
          • O Hábito de Consumo é Elemento Central da Categoria

            • Tópicos centrais
              • O consumo de café é um hábito cultivado entre os brasileiros
                • Figura 11: Atitudes de consumo do café, novembro 2012
              • Figura 12: Penetração do café, por canal de consumo, novembro 2012
                • Figura 12: Penetração do café, por canal de consumo, novembro 2012
                • Figura 13: Penetração do consumo de café, novembro 2012
              • Figura 14: Frequência de consumo do café filtrado (preto), novembro 2012
                • Figura 14: Frequência de consumo do café filtrado (preto), novembro 2012
              • Hábitos de consumo de café e suas diferenças por gênero
                • Figura 15: Eu tomo café mais por hábito do que por desejo, por gênero, novembro 2012
                • Figura 16: Eu tomo café mais por hábito do que por desejo, por gênero e faixa etária, novembro 2012
              • Figura 17: Penetração do café expresso, por gênero, novembro 2012
                • Figura 17: Penetração do café expresso, por gênero, novembro 2012
                • Figura 18: Local de consumo de café, por gênero, novembro 2012
              • Pouco inovador, a categoria no Brasil apresenta desafios centrados no hábito do consumidor
                • Figura 19: Número de lançamentos de produtos – café e café gelado pronto para beber, janeiro 2009-dezembro 2012
                • Figura 20: Lançamento de café por posicionamento, EUA-Brasil, 2012
              • Figura 21: Atitudes ao comprar café, novembro 2012
                • Figura 21: Atitudes ao comprar café, novembro 2012
              • Figura 22: Gosto de experimentar novos tipos de cerveja, por faixa etária, junho 2012
                • Figura 22: Gosto de experimentar novos tipos de cerveja, por faixa etária, junho 2012
              • O que isto significa
              • Café, uma Categoria em Rota para Geração de Valor

                • Tópicos centrais
                  • Mercado de cafés especiais é crescente no Brasil, mas ainda com potencial limitado no curto prazo
                    • Figura 23: Eu prefiro café premium às marcas comuns, por gênero, novembro 2012
                      • Figura 23: Eu prefiro café premium às marcas comuns, por gênero, novembro 2012
                      • Figura 24: Eu prefiro café premium às marcas comuns, por classe social, novembro 2012
                    • A consolidação no mercado de cafeterias é fundamental para desenvolvimento da cultura do café no país
                      • Figura 25: Eu prefiro café premium às marcas comuns, por canal de consumo, novembro 2012
                    • Figura 26: Eu gosto de experimentar novas marcas de café diferentes de as que eu compro normalmente, novembro 2012
                      • Figura 26: Eu gosto de experimentar novas marcas de café diferentes de as que eu compro normalmente, novembro 2012
                    • Figura 27: Locais de consumo de café, novembro 2012
                      • Figura 27: Locais de consumo de café, novembro 2012
                      • Figura 28: Consumo de café em um café ou loja de café, por classe social, novembro 2012
                    • Figura 29: Consumo de café no bar (ou padaria), por cidade, novembro 2012
                      • Figura 29: Consumo de café no bar (ou padaria), por cidade, novembro 2012
                    • Apesar do crescimento e nova dinâmica competitiva, o mercado de cápsulas continuará restrito aos consumidores com maior poder aquisitivo
                      • O que isto significa
                      • Os Jovens se Apresentam como Oportunidade Para a Categoria

                        • Tópicos centrais
                          • Inovação e praticidade são fundamentais para aumentar penetração entre os jovens
                            • Figura 30: Penetração do consumo de café, por idade, novembro 2012
                          • Figura 31: Penetração do consumo de café, por tipo, por idade, novembro 2012
                            • Figura 31: Penetração do consumo de café, por tipo, por idade, novembro 2012
                            • Figura 32: Penetração do consumo de café, por tipo, por classe social, novembro 2012
                          • Figura 33: Lançamentos por subcategoria café, nos Estados Unidos, janeiro 2009-dezembro 2012
                            • Figura 33: Lançamentos por subcategoria café, nos Estados Unidos, janeiro 2009-dezembro 2012
                          • A busca por energia e sua associação com café é maior entre os jovens
                            • Figura 34: Eu tomo café porque me mantém acordado, por faixa etária, novembro 2012
                          • Figura 35: Eu tomo café porque me mantém acordado, por faixa etária, novembro 2012
                            • Figura 35: Eu tomo café porque me mantém acordado, por faixa etária, novembro 2012
                          • Figura 36: Atitudes dos consumidores norte-americanos em relação ao consumo de café, por idade, junho 2012
                            • Figura 36: Atitudes dos consumidores norte-americanos em relação ao consumo de café, por idade, junho 2012
                          • As cafeterias surgem como principal ferramenta de introdução do jovem à categoria
                            • Figura 37: Eu gosto de sociabilizar com amigos ou família tomando uma xícara de café, por local de consumo, novembro 2012
                          • Figura 38: Eu gosto de café forte, por faixa etária, novembro 2012
                            • Figura 38: Eu gosto de café forte, por faixa etária, novembro 2012
                          • O que isto significa
                          • Movimentações no Campo Criam Desafios e Oportunidades na Categoria

                            • Tópicos centrais
                              • Uma possível retomada de preço dos grãos pressiona a indústria e poderá impactar o consumidor final
                                • Figura 39: Evolução dos preços das variações de café, 1998-2012
                                  • Figura 39: Evolução dos preços das variações de café, 1998-2012
                                • Figura 40: Evolução de preço por kg do café no varejo, 2005-11
                                  • Figura 40: Evolução de preço por kg do café no varejo, 2005-11
                                  • Figura 41: Total mercado de café, volume, 2005-11
                                  • Figura 42: Eu compro café baseado no preço e não na marca, por classe social, novembro 2012
                                • O processo de certificação ganha força e pode vir a se tornar um elemento de diferenciação no consumo doméstico
                                  • Um novo status ao café brasileiro e às regiões produtoras criam oportunidades para a indústria e o varejo
                                    • O que isto significa
                                    • Apêndice – O Mercado

                                        • Figura 43: Volume de vendas de café, Brasil, 2007-12
                                        • Figura 44: Valor de vendas no varejo de café, Brasil, 2007-12
                                      • Figura 45: Volume de vendas no varejo de café, por segmento, Brasil, 2007-12
                                        • Figura 45: Volume de vendas no varejo de café, por segmento, Brasil, 2007-12
                                        • Figura 46: Valor de vendas no varejo de café, por segmento, Brasil, 2007-12
                                      • Figura 47: Participação das empresas no volume de vendas, Brasil, 2009-11
                                        • Figura 47: Participação das empresas no volume de vendas, Brasil, 2009-11
                                        • Figura 48: Previsão de vendas em valor no varejo, Brasil, 2012-17
                                    • Apêndice – Pesquisa do Consumidor

                                      • Frequência de consumo de café
                                        • Figura 49: Frequência de consumo de café, novembro 2012
                                        • Figura 50: Frequência de consumo de café, novembro 2012
                                      • Locais de consumo de café
                                        • Figura 51: Locais de consumo do café, novembro 2012
                                        • Figura 52: Locais de consumo do café, pela frequência de consumo de café normal filtrado (preto), novembro 2012
                                      • Figura 53: Locais de consumo do café, pela frequência de consumo de café normal filtrado com leite, novembro 2012
                                        • Figura 53: Locais de consumo do café, pela frequência de consumo de café normal filtrado com leite, novembro 2012
                                        • Figura 54: Locais de consumo do café, pela frequência de consumo de expresso (preto), novembro 2012
                                      • Figura 55: Locais de consumo do café, pela Frequência de consumo de expresso com leite, novembro 2012
                                        • Figura 55: Locais de consumo do café, pela Frequência de consumo de expresso com leite, novembro 2012
                                        • Figura 56: Locais de consumo do café, pela frequência de consumo de café solúvel (preto), novembro 2012
                                      • Figura 57: Locais de consumo do café, pela frequência de consumo de café solúvel com leite, novembro 2012
                                        • Figura 57: Locais de consumo do café, pela frequência de consumo de café solúvel com leite, novembro 2012
                                        • Figura 58: Locais de consumo do café, pela frequência de consumo de cappuccino, novembro 2012
                                      • Figura 59: Locais de consumo do café, pela frequência de consumo de café especiais (ex.: macchiato caramelo, latte, etc.), novembro 2012
                                        • Figura 59: Locais de consumo do café, pela frequência de consumo de café especiais (ex.: macchiato caramelo, latte, etc.), novembro 2012
                                        • Figura 60: Locais de consumo do café, pela frequência de consumo de café, novembro 2012
                                      • Atitudes de consumo de café
                                        • Figura 61: Atitudes de consumo do café, novembro 2012
                                        • Figura 62: Atitudes de consumo do café, pela frequência de consumo de café normal filtrado (preto), novembro 2012
                                      • Figura 63: Atitudes de consumo do café, pela frequência de consumo de café normal filtrado com leite, novembro 2012
                                        • Figura 63: Atitudes de consumo do café, pela frequência de consumo de café normal filtrado com leite, novembro 2012
                                        • Figura 64: Atitudes de consumo do café, pela frequência de consumo de expresso (preto), novembro 2012
                                      • Figura 65: Atitudes de consumo do café, pela frequência de consumo de expresso com leite, novembro 2012
                                        • Figura 65: Atitudes de consumo do café, pela frequência de consumo de expresso com leite, novembro 2012
                                        • Figura 66: Atitudes de consumo do café, pela frequência de consumo de café solúvel (preto), novembro 2012
                                      • Figura 67: Atitudes de consumo do café, pela frequência de consumo de café solúvel com leite, novembro 2012
                                        • Figura 67: Atitudes de consumo do café, pela frequência de consumo de café solúvel com leite, novembro 2012
                                        • Figura 68: Atitudes de consumo do café, pela frequência de consumo de cappuccino, novembro 2012
                                      • Figura 69: Atitudes de consumo do café, pela frequência de consumo de café especiais (ex. Macchiato Caramelo, Latte, etc.), novembro 2012
                                        • Figura 69: Atitudes de consumo do café, pela frequência de consumo de café especiais (ex. Macchiato Caramelo, Latte, etc.), novembro 2012
                                        • Figura 70: Atitudes de consumo do café, pela frequência de consumo de café, novembro 2012
                                      • Figura 71: Atitudes de consumo do café, pelos locais de consumo do café, novembro 2012
                                        • Figura 71: Atitudes de consumo do café, pelos locais de consumo do café, novembro 2012
                                      • Atitudes ao comprar café
                                        • Figura 72: Atitudes ao comprar café, novembro 2012
                                        • Figura 73: Atitudes de consumo do café, pela frequência de consumo de café normal filtrado (preto), novembro 2012
                                      • Figura 74: Atitudes de consumo do café, pela frequência de consumo de café normal filtrado com leite, novembro 2012
                                        • Figura 74: Atitudes de consumo do café, pela frequência de consumo de café normal filtrado com leite, novembro 2012
                                        • Figura 75: Atitudes de consumo do café, pela frequência de consumo de expresso (preto), novembro 2012
                                      • Figura 76: Atitudes de consumo do café, pela frequência de consumo de expresso com leite, novembro 2012
                                        • Figura 76: Atitudes de consumo do café, pela frequência de consumo de expresso com leite, novembro 2012
                                        • Figura 77: Atitudes de consumo do café, pela frequência de consumo de café solúvel (preto), novembro 2012
                                      • Figura 78: Atitudes de consumo do café, pela frequência de consumo de café solúvel com leite, novembro 2012
                                        • Figura 78: Atitudes de consumo do café, pela frequência de consumo de café solúvel com leite, novembro 2012
                                        • Figura 79: Atitudes de consumo do café, pela frequência de consumo de cappuccino, novembro 2012
                                      • Figura 80: Atitudes de consumo do café, pela frequência de consumo de café especiais (ex.: macchiato caramelo, latte, etc.), novembro 2012
                                        • Figura 80: Atitudes de consumo do café, pela frequência de consumo de café especiais (ex.: macchiato caramelo, latte, etc.), novembro 2012
                                        • Figura 81: Atitudes de consumo do café, pela frequência de consumo de café, novembro 2012
                                      • Figura 82: Atitudes de consumo do café, pelo local de consumo do café, novembro 2012
                                        • Figura 82: Atitudes de consumo do café, pelo local de consumo do café, novembro 2012
                                      • Frequência de consumo de café
                                        • Figura 83: Frequência de consumo de café, pela demografia, novembro 2012
                                        • Figura 84: Frequência de consumo de café normal filtrado (preto), pela demografia, novembro 2012
                                        • Figura 85: Frequência de consumo de café normal filtrado com leite, pela demografia, novembro 2012
                                      • Figura 86: Frequência de consumo de expresso (preto), pela demografia, novembro 2012
                                        • Figura 86: Frequência de consumo de expresso (preto), pela demografia, novembro 2012
                                        • Figura 87: Frequência de consumo de expresso com leite, pela demografia, novembro 2012
                                      • Figura 88: Frequência de consumo de café solúvel (preto), pela demografia, novembro 2012
                                        • Figura 88: Frequência de consumo de café solúvel (preto), pela demografia, novembro 2012
                                        • Figura 89: Frequência de consumo de café solúvel com leite, pela demografia, novembro 2012
                                      • Figura 90: Frequência de consumo de cappuccino, pela demografia, novembro 2012
                                        • Figura 90: Frequência de consumo de cappuccino, pela demografia, novembro 2012
                                        • Figura 91: Frequência de consumo de café especiais (ex.: macchiato caramelo, latte, etc.), pela demografia, novembro 2012
                                      • Figura 92: Frequência de consumo de café especiais gelados (ex. starbucks frappuccino), pela demografia, novembro 2012
                                        • Figura 92: Frequência de consumo de café especiais gelados (ex. starbucks frappuccino), pela demografia, novembro 2012
                                        • Figura 93: Frequência de consumo de café descafeinado de qualquer tipo, pela demografia, novembro 2012
                                      • Locais de consumo de café
                                        • Figura 94: Locais de consumo do café, pela demografia, novembro 2012
                                        • Figura 95: Locais de consumo do café, pela demografia, novembro 2012
                                      • Atitudes de consumo de café
                                        • Figura 96: Atitudes de consumo do café, pela demografia, novembro 2012
                                        • Figura 97: Atitudes de consumo do café, pela demografia, novembro 2012
                                      • Atitudes ao comprar café
                                        • Figura 98: Atitudes ao comprar café, pela demografia, novembro 2012
                                        • Figura 99: Atitudes ao comprar café, pela demografia, novembro 2012
                                    • Apêndice – Dados GNPD

                                        • Figura 100: Principais países em lancamentos de café e café gelado pronto para beber, janeiro 2009-dezembro 2012
                                        • Figura 101: Lançamentos subcategoria* café, nos Estados Unidos, janeiro 2009-dezembro 2012
                                      • Figura 102: Lançamentos subcategoria* café, Brasil, janeiro 2009-dezembro 2012
                                        • Figura 102: Lançamentos subcategoria* café, Brasil, janeiro 2009-dezembro 2012
                                        • Figura 103: Lançamentos de café por posicionamento, Brasil, janeiro 2009-dezembro 2012
                                      • Figura 104: Lançamentos de café por empresa, Brasil, janeiro 2009-dezembro 2012
                                        • Figura 104: Lançamentos de café por empresa, Brasil, janeiro 2009-dezembro 2012

                                    About the report

                                    This report will give you a complete 360-degree view of your market. Not only is it rooted in robust proprietary and high-quality third-party data, but our industry experts put that data into context and you’ll quickly understand:

                                    • The Consumer

                                      What They Want. Why They Want It.

                                    • The Competitors

                                      Who’s Winning. How To Stay Ahead.

                                    • The Market

                                      Size, Segments, Shares And Forecasts: How It All Adds Up.

                                    • The Innovations

                                      New Ideas. New Products. New Potential.

                                    • The Opportunities

                                      Where The White Space Is. How To Make It Yours.

                                    • The Trends

                                      What’s Shaping Demand – Today And Tomorrow.

                                    Please Note: This is a sample report. All of the figures, graphs, and tables have been redacted.

                                    Trusted by companies. Big and small.

                                    • bell
                                    • boots
                                    • google
                                    • samsung
                                    • allianz
                                    • kelloggs
                                    • walgreens
                                    • redbull
                                    • unilever
                                    • Harvard
                                    • pinterest
                                    • new-york-time