Sorry for interrupting, this website uses cookies to improve your experience. We'll assume you're ok with this, but you can opt-out if you wish. Learn more
Accept and close

Description

Description

“O Brasil é um país que está vivendo um grande crescimento econômico, o que está impactando em todos os setores da indústria. Considerando que este crescimento econômico irá e está impactando também diretamente a pirâmide socioeconômica do país, é necessário lembrar que os consumidores, com maior poder econômico, irão comprar mais, aumentando o número e variedade de produtos considerados em sua cesta.

Porém, o consumo per capita de sorvetes no Brasil ainda é muito baixo, e a frequência também é um problema para o desenvolvimento do Mercado.”

– Naira Sato, Analista Sênior do Setor de Alimentação

Neste relatório, vamos responder às seguintes questões fundamentais

  • Como falar de saudabilidade em sorvetes, de forma relevante?
  • A pirâmide socioeconômica do Brasil está aumentando em todos os níveis, mas como conseguir impactar as classes DE, cujo consumo de sorvetes ainda é baixo?
  • A categoria de sorvetes ainda é considerada muito sazonal, e possui baixo consumo no Brasil, quando comparado com outros países. Como acabar com a barreira da sazonalidade e desenvolver o consumo?
  • A geração dos jovens adultos (boomerangs) possui valores que podem ser explorados pela categoria de sorvetes, com o objetivo de aumentar o consumo?
  • Como as marcas de sorvete podem falar com a mulher de forma mais efetiva se posicionando como recompensas em meio a seu crescente estilo de vida agitado?
  • Existe possibilidade de variantes de sorvete premium expandirem para a região Nordeste?

What's included

What's included

Table of contents

Table of contents

  1. Introdução

      • Neste relatório, vamos responder às seguintes questões fundamentais
        • Definição
        • Resumo Executivo

          • O mercado
            • Figura 1: Tamanho do mercado de varejo de sorvetes, volume, 2007-11
            • Figura 2: Tamanho do mercado de varejo de sorvetes, valor, 2007-11
          • Previsão futura
            • Figura 3: Previsão de volume do mercado varejista brasileiro, 2007-17
            • Figura 4: Previsão de valor do mercado, 2007-17
          • As companhias
            • Figura 5: Participação no volume de vendas do varejo (market share) de sorvetes no Brasil por empresa, 2009-11
            • Figura 6: Participação no valor de vendas do varejo (market share) de sorvetes no Brasil por empresa, 2009-11
          • Tópicos do relatório
            • Saudabilidade por meio das frutas pode influenciar o crescimento do mercado
              • Figura 7: Atitudes em relação ao consumo de sorvete, por idade das crianças que moram no domicílio, junho 2012
            • Indulgência, preço acessível e local de compra são atributos importantes para classes baixas
              • Figura 8: Lugar/local onde costuma comprar sorvete, por classificação sócio-econômica AB e DE, junho 2012
            • Acabar com a sazonalidade e trazer mais inovações podem impactar no aumento do consumo
              • Figura 9: Frequência em que consome sorvete, junho 2012
            • Alto poder de consumo dos adultos jovens e sua adolescência estendida são a combinação perfeita para aumentar o consumo de sorvetes
              • Figura 10: Frequência em que consome sorvete, por idade de 16-24 e 25-34 anos, junho 2012
            • Mulheres representam um público-alvo importante para o mercado de sorvetes minus
              • Figura 11: Atitudes em relação a hábitos de vida saudável, por mulheres entre 35-44 anos, junho 2012
            • Nordeste oferece espaço para o crescimento de produtos premium
              • Figura 12: Atitudes em relação ao consumo de sorvete, por região, junho 2012
          • Saudabilidade Por Meio das Frutas Pode Influenciar O Crescimento do Mercado

            • Temas impactantes
              • O mercado brasileiro de sorvetes ainda não apresenta produtos que atendam as novas demandas de saudabilidade
                • Figura 13: Lançamentos de sorvetes no brasil, por tipos de claim, 2008-11
                  • Figura 13: Lançamentos de sorvetes no brasil, por tipos de claim, 2008-11
                  • Figura 14: lançamentos de sorvetes, por tipo de claim, por país, 2012
                • Figura 15: Lançamentos de sorvetes nos EUA, por tipo de claim, 1998-2011
                  • Figura 15: Lançamentos de sorvetes nos EUA, por tipo de claim, 1998-2011
                • Sorvetes são considerados doces e não alimentos, portanto é difícil posicioná-los como sendo saudáveis
                  • Figura 16: Atitudes em relação ao consumo de sorvete, por idade da criança que mora no domicílio, junho 2012
                    • Figura 16: Atitudes em relação ao consumo de sorvete, por idade da criança que mora no domicílio, junho 2012
                  • Naturalidade por meio das frutas é uma oportunidade para os sorvetes brasileiros serem considerados mais saudáveis
                    • Figura 17: Share de novos produtos posicionados como “natural” no mercado de sorvetes global, 2008-11
                    • Figura 18: Share de novos produtos posicionados como “natural” no mercado de sorvetes, por país, 2012
                  • Figura 19: Concordância com o atributo “estou interessado em sorvetes naturais”, por cidade, junho 2012
                    • Figura 19: Concordância com o atributo “estou interessado em sorvetes naturais”, por cidade, junho 2012
                    • Figura 20: Concordância com o atributo “estou interessado em sorvetes naturais”, por classe social, junho 2012
                  • Figura 21: Hábitos alimentares, pela frequência em que consome sorvete, junho 2012
                    • Figura 21: Hábitos alimentares, pela frequência em que consome sorvete, junho 2012
                  • Marcas de sorvete precisam ajudar a criar relevância para a naturalidade dos ingredientes
                    • Figura 22: Atitudes em relação a hábitos de vida saudável, por consumo de sorvete, junho 2012
                  • Figura 23: Atitudes em relação à saúde, pela frequência em que consome sorvete, junho 2012
                    • Figura 23: Atitudes em relação à saúde, pela frequência em que consome sorvete, junho 2012
                  • O que Isso Significa?
                  • Indulgência, Preço Acessível e Local de Compra São Atributos Importantes Para Classes Baixas

                    • Temas impactantes
                      • Com maior poder econômico, consumidores conseguem gastar mais em alimentos não-básicos
                        • Figura 24: Consumo per capita de arroz, feijão e leite integral, por quartos de renda, Brasil, 2008-09
                      • Figura 25: Consumo per capita de sorvete/picolé, chocolates, pizzas e salgados fritos e assados, por quartos de renda, Brasil, 2008-09
                        • Figura 25: Consumo per capita de sorvete/picolé, chocolates, pizzas e salgados fritos e assados, por quartos de renda, Brasil, 2008-09
                      • Consumidores de classes mais baixas têm menor frequência de consumo e também menor volume consumido por ato
                        • Figura 26: Frequência em que consome sorvete, por grupo sócio-econômico, junho 2012
                        • Figura 27: Tipo de sorvetes que consome, por grupo sócio-econômico, junho 2012
                      • Figura 28: Lançamentos de sorvetes no Brasil, por formato, 2012
                        • Figura 28: Lançamentos de sorvetes no Brasil, por formato, 2012
                        • Figura 29: Lançamentos de sorvete em formato pote, no Brasil, por marca, 2012
                      • Classes mais baixas tem um perfil mais indulgente em relação à categoria
                        • Figura 30: Atitudes em relação ao consumo de sorvete, por grupo sócio-econômico, junho 2012
                      • É necessário melhorar o acesso do consumidor ao produto, nem que seja levando o ponto de venda ao consumidor
                        • Figura 31: Lugar/local onde costuma comprar sorvete, pela demografia, junho 2012
                        • Figura 32: Tipos de bens que consumidores tem em casa, pela demografia, junho 2012
                      • O que isso significa?
                      • Acabar Com a Sazonalidade e Trazer Mais Inovações Podem Impactar No Aumento do Consumo

                        • Temas impactantes
                          • Sazonalidade de consumo é uma barreira para a categoria
                            • Figura 33: Frequência em que consome sorvete, junho 2012
                          • Associar sorvetes com datas comemorativas pode gerar visibilidade para o produto durante o ano todo e incentivar a frequência do consumo
                            • O mercado é dominado por picolés e sorvetes de pote, não há muitas inovações de produto como sobremesas geladas
                              • Figura 34: Tipo de sorvetes consumidos, por tipo, junho 2012
                              • Figura 35: Lançamentos de sorvetes, por formato, por país, 2012
                            • Picolés podem contribuir com aumento do consumo por meio de multi packs
                              • O que isso significa?
                              • Alto Poder de Consumo dos Adultos Jovens e Sua Adolescência Estendida São a Combinação Perfeita Para Aumentar O Consumo de Sorvetes

                                • Temas impactantes
                                  • Adultos jovens tem situação econômica positiva, o que favorece o consumo
                                    • Figura 36: Distribuição dos empregos formais no Brasil, por faixa etária, 2010
                                  • Figura 37: Frequência em que consome sorvete, pela demografia, junho 2012
                                    • Figura 37: Frequência em que consome sorvete, pela demografia, junho 2012
                                  • A nostalgia é muito forte para os adultos jovens no Brasil e pode ser amplamente utilizada em sorvetes
                                    • Sorvetes segmentados para adultos jovens oferecem a combinação da nostalgia com o lado positivo de ser adulto
                                      • Figura 38: Atitudes em relação ao consumo de sorvete, iogurte e doces, pela demografia, junho 2012
                                    • Figura 39: Lançamentos de sorvetes, por sabor, no Brasil, 2012
                                      • Figura 39: Lançamentos de sorvetes, por sabor, no Brasil, 2012
                                    • Indulgência premium pode ajudar as marcas a incentivar adultos jovens a subir de categoria
                                      • Figura 40: Atitudes em relação ao consumo de sorvete, por faixa etária, junho 2012
                                    • O que isso significa?
                                    • Mulheres Representam um Público-alvo Importante Para O Mercado de Sorvetes Minus

                                      • Temas impactantes
                                        • Mulheres estão ganhando maior independência financeira no Brasil, sendo mais representativas para o mercado
                                          • Figura 41: Índice global de diferença de remuneração entre gêneros, 2012
                                        • Figura 42: Frequência em que consome sorvete, pela demografia, junho 2012
                                          • Figura 42: Frequência em que consome sorvete, pela demografia, junho 2012
                                        • Sorvetes indulgentes podem servir de recompensa para a estressada mãe moderna
                                          • Figura 43: Atitudes em relação ao consumo de sorvete, pela demografia, junho 2012
                                        • Produtos saudáveis com um toque de indulgência são atrativos para as mulheres
                                          • Figura 44: Atitudes em relação ao consumo de sorvete, pela demografia, junho 2012
                                          • Figura 45: Atitudes em relação a hábitos de vida saudável, pela demografia, junho 2012
                                        • Figura 46: Participação no mercado de lançamentos de sorvete com o claim minus no Brasil, 2008-11
                                          • Figura 46: Participação no mercado de lançamentos de sorvete com o claim minus no Brasil, 2008-11
                                        • Consumo individual gera culpa, mas é desejado pelas mães
                                          • Figura 47: Consumo de potes padrão de sorvete, pela demografia, junho 2012
                                        • Figura 48: Lançamentos de sorvetes pelo claim minus, por tamanho de embalagem, no Brasil, 2012
                                          • Figura 48: Lançamentos de sorvetes pelo claim minus, por tamanho de embalagem, no Brasil, 2012
                                        • O que isso significa?
                                        • Nordeste Oferece Espaço Para O Crescimento De Produtos Premium

                                          • Temas impactantes
                                            • Norte e Nordeste são novos mercados de luxo, mas ainda consomem pouco sorvete
                                              • Figura 49: Estratos de renda no Brasil, por região e total país, 2001 e 2008
                                            • Figura 50: Consumo de sorvete, por cidade, junho 2012
                                              • Figura 50: Consumo de sorvete, por cidade, junho 2012
                                            • O mercado premium pode ser uma porta de entrada para sorvetes na região
                                              • Figura 51: Consumo de potes de sorvete premium, por região, junho 2012
                                            • Figura 52: Concordância com o atributo ‘estou preparado para pagar a mais por um sorvete de qualidade premium’, por região, junho 2012
                                              • Figura 52: Concordância com o atributo ‘estou preparado para pagar a mais por um sorvete de qualidade premium’, por região, junho 2012
                                            • Nordeste apresenta potencial para desenvolver vendas de potes de sorvete premium por meio posicionamento de luxo acessível
                                              • Marcas locais e globais podem aprender uma com as outras
                                                • Figura 53: Concordância com o atributo ‘gosto de comprar novas marcas de sorvete’, por cidade, junho 2012
                                              • Figura 54: Tipo de sorvetes que consome, pela demografia, junho 2012
                                                • Figura 54: Tipo de sorvetes que consome, pela demografia, junho 2012
                                              • O que isso significa?
                                              • Apêndice – O Mercado

                                                  • Figura 55: Tamanho do mercado de varejo de sorvetes, volume, 2007-11
                                                  • Figura 56: Tamanho do mercado varejo de sorvetes, valor, 2007-11
                                                  • Figura 57: Participação no volume de vendas (market share) de sorvetes por empresa, 2009-11
                                                  • Figura 58: Participação no valor de vendas (market share) de sorvetes por empresa, 2009-11
                                                • Figura 59: Previsão de vendas em valor, 2012-17
                                                  • Figura 59: Previsão de vendas em valor, 2012-17
                                                  • Figura 60: Previsão de vendas em volume, 2012-17
                                              • Apêndice – Dados do Consumidor

                                                • Frequência em que consome sorvete
                                                  • Figure 61: Frequência em que consome sorvete, junho 2012
                                                  • Figure 62: Frequência em que consome sorvete, pela demografia, junho 2012
                                                  • Figure 63: Frequência em que consome sorvete, pela demografia, junho 2012
                                                • Tipo de sorvetes que consome
                                                  • Figure 64: Tipos de sorvetes que consome, junho 2012
                                                  • Figure 65: Tipo de sorvetes que consome, pela demografia, junho 2012
                                                  • Figure 66: Tipo de sorvetes que consome, pela demografia, junho 2012
                                                  • Figure 67: Tipos de sorvetes que consome pela frequência em que consome sorvete, junho 2012
                                                • Lugar/Local onde costuma comprar sorvete
                                                  • Figure 68: Lugar/Local onde costuma comprar sorvete, junho 2012
                                                  • Figure 69: Lugar/Local onde costuma comprar sorvete, pela demografia, junho 2012
                                                  • Figure 70: Lugar/Local onde costuma comprar sorvete, pela demografia, junho 2012
                                                  • Figure 71: Lugar/Local onde costuma comprar sorvete, pela demografia, junho 2012
                                                • Atitudes em relação ao consumo de sorvete
                                                  • Figure 72: Atitudes em relação ao consumo de sorvete, junho 2012
                                                  • Figure 73: Atitudes em relação ao consumo de sorvete, pela demografia, junho 2012
                                                  • Figure 74: Atitudes em relação ao consumo de sorvete, pela demografia, junho 2012
                                                  • Figure 75: Atitudes em relação ao consumo de sorvete pela tipos de sorvetes que consome, junho 2012
                                              • Apêndice – Hábitos de Vida Saudável – Sorvetes

                                                  • Figure 76: Atitudes em relação a hábitos de vida saudável, pela frequência em que consome sorvete, junho 2012
                                                  • Figure 77: Atitudes em relação a hábitos de vida saudável, pela frequência em que consome sorvete, junho 2012
                                                  • Figure 78: Hábitos alimentares, pela frequência em que consome sorvete, junho 2012
                                                  • Figure 79: Hábitos alimentares, pela frequência em que consome sorvete, junho 2012
                                                  • Figure 80: Atitudes em relação à saúde, pela frequência em que consome sorvete, junho 2012
                                                  • Figure 81: Atitudes em relação à saúde, pela frequência em que consome sorvete, junho 2012
                                              • Apêndice – Inovação de Produto

                                                  • Figure 82: 7 Principais posicionamentos em lançamentos de sorvetes no Brasil, janeiro 2010-dezembro 2012
                                                  • Figure 83: 10 Principais sabores entre os lançamentos de sorvetes no Brasil, janeiro 2010-dezembro 2012
                                                  • Figure 84: 7 Principais formatos de lançamentos de sorvetes no Brasil, janeiro 2010-dezembro 2012
                                                  • Figure 85: 10 Principais marcas em lançamentos de sorvetes no Brasil, janeiro 2010-dezembro 2012

                                              About the report

                                              This report will give you a complete 360-degree view of your market. Not only is it rooted in robust proprietary and high-quality third-party data, but our industry experts put that data into context and you’ll quickly understand:

                                              • The Consumer

                                                What They Want. Why They Want It.

                                              • The Competitors

                                                Who’s Winning. How To Stay Ahead.

                                              • The Market

                                                Size, Segments, Shares And Forecasts: How It All Adds Up.

                                              • The Innovations

                                                New Ideas. New Products. New Potential.

                                              • The Opportunities

                                                Where The White Space Is. How To Make It Yours.

                                              • The Trends

                                                What’s Shaping Demand – Today And Tomorrow.

                                              Please Note: This is a sample report. All of the figures, graphs, and tables have been redacted.

                                              Trusted by companies. Big and small.

                                              • bell
                                              • boots
                                              • google
                                              • samsung
                                              • allianz
                                              • kelloggs
                                              • walgreens
                                              • redbull
                                              • unilever
                                              • Harvard
                                              • pinterest
                                              • new-york-time